Notícias

DESTINATÁRIOS
Terapeutas da fala, professores, educadores de infância, psicólogos
e outros profissionais ou estudantes ligados à área da Educação.
DURAÇÃO: 12 Horas
LOCAL: Seminário da Boa Nova – Valadares
R. Boa Nova 533, 4405-535 Valadares
Dia 23
14h às 18H
Dia 24
9h às 13h
14h às 18h
Màximo de 30 formandos
Inscrições aceites por ordem de chegada do comprovativo
de pagamento

INFORMAÇÕES/INSCRIÇÕES:
formacao@aprender-cet.pt
912235967
https://www.facebook.com/AprenderCet/
FORMADORA: MAFALDA CAEIRO
Terapeuta da Fala - Escola Superior de Saúde do Alcoitão - 2001.
Representante do método fonovisuoarticulatório "Método das
Boquinhas" desde novembro de 2012 (formada no Brasil), com
capacitação para reabilitar/alfabetizar crianças com e sem
dificuldades ou perturbações na aprendizagem da leitura e
escrita.
Autora do livro "Aprender a ler e a escrever com o método das
boquinhas", 29 setembro de 2016 – Português europeu.
Co-autora dos livros didático-pedagógicos "Ouvir, dizer e
escrever os sons..." – volumes 1 a 9 e "Jogos com Sons" – Editora
Papa-Letras.
 
OBJETIVOS
Conhecer o desenvolvimento normal do processo de literacia e
discriminar as alterações mais comuns.
Capacitar o formando na alfabetização de crianças sem
dificuldades.
Desenvolver estratégias práticas de mediação com crianças com
e sem perturbações da leitura e escrita.
 
CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS
Pressupostos teóricos do "Método das Boquinhas".
Alfabetização segundo o "Método das Boquinhas."
Consciência fonológica, fonémica e fonoarticulatória.
Hipóteses de escrita e análise de alguns exemplos.
Rotas de leitura lexical e fonológica.
Dificuldades ou perturbações da leitura e escrita.
O erro como ferramenta de trabalho.
Treino dos articulemas (boquinhas).
Erros fonológicos / ortográficos.
Exercícios para o desenvolvimento da leitura e escrita.
Aquisições gramaticais.
Produção de textos.
 
PERTINÊNCIA DA FORMAÇÃO
É comum na nossa atividade profissional depararmo-nos com
alunos / crianças que não aprendem. Inúmeros são os esforços e
igualmente os fracassos. Faltam técnica, formação, habilidades.
Este quadro tende a piorar com o sistema educacional atual, de
aprovação automática e a "inclusão".
Esta proposta de trabalho está centrada em 30 anos de
experiência clínica e escolar, tratando de casos difíceis.
Desenvolvemos um método de reeducação, num trabalho de
parceria entre a terapia da fala e a pedagogia que, partindo da
alfabetização, capacita crianças no processo de leitura e escrita.
Pode e deve ser usado por quaisquer educadores, em salas de
aula ou clínicas, com uma ou várias crianças em conjunto que
apresentem, ou não, problemas com a leitura e escrita.
O sucesso deste método está diretamente ligado aos resultados
concretos e visíveis a curto prazo! Em pouco tempo, uma criança
com dificuldades entra no processo de alfabetização de forma
eficaz e uma criança sem alterações fá-lo de forma mais rápida e
segura, o que se reflete na auto - estima e motivação de alunos e
educadores / professores.

TOPO

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) disponibiliza um Sistema de Mediação de Conflitos entre estabelecimentos do SNS, ou entre os mesmos e prestadores do setor privado e social, ou ainda no âmbito de contratos de concessão, de parceria público-privada, de convenção ou de relações contratuais afins no setor da saúde, ou mesmo entre prestadores de cuidados de saúde e utentes.

TOPO

Em musicoterapia utiliza-se a música para alcançar objectivos não-musicais através da participação do pessoa em experiências musicais terapêuticas baseado num plano de trabalho sistémico e organizado que implica a utilização de métodos e técnicas específicas de trabalho e de avaliação. A pessoa não terá de ter qualquer aptidão musical para frequentar as sessões de musicoterapia (Sabbatella, 2007).

Sessões promovidas por Dulce Moreira – Licenciada em Psicopedagogia, Pós-Graduada em Musicoterapia e Mestre Educação Especial. Desenvolve trabalho na Associação Portuguesa de Música nos Hospitais e Instituições de Solidariedade Social como Música Interveniente.
Musicoterapeuta em Unidades de Apoio à Multideficiência e Centros de terapia e Educação.

TOPO

Com a actividade da "Clinica Social", o Aprender pretende também contribuir, activa e responsavelmente, para uma sociedade mais justa.
Destina-se a adultos, crianças ou famílias com poucos recursos económicos, nomeadamente a pessoas que se encontrem em situação de vulnerabilidade social e financeira (desempregados, reformados, estudantes universitários).
Podem candidatar-se a beneficiar dos serviços da Clínica Social, as pessoas que se considerem dentro dos critérios de carência acima descritos ou outros, e apresentem o seu pedido na secretaria.

• Na inscrição, os candidatos devem apresentar os comprovativos que justificam o seu pedido de admissão na Clínica Social.

Informe-se no Aprender.
A Clinica Social do Aprender proporciona serviços de Consulta e Acompanhamento Terapêutico, por Profissionais Especializados, a preços muito inferiores aos normalmente praticados. Os serviços abrangidos são:

• Consultas de Psicologia
• Avaliação em Terapia Ocupacional
• Avaliação em Terapia da Fala
• Avaliação Psicológica
• Avaliação Neuropsicologia
• Psicoterapia
• Terapia de Fala
• Terapia Ocupacional
• Terapia Familiar

TOPO

O Aprender convida todos a uma viagem sonora O Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonoraO Aprender convida todos a uma viagem sonora

TOPO

A voz é o meio de comunicação por excelência do professor, sendo por isso fundamental prevenir possíveis problemas que possam aparecer ao nível vocal.

 

Os objectivos desta formação prendem-se com o conhecimento sobre a voz e a sua produção, bem como com as principais patologias vocais. Serão aprofundados temas como os problemas vocais nos professores, estratégias a adoptar em contexto de sala de aula, cuidados a ter com a voz e exercícios de relaxamento (globais e específicos).

 

Após uma introdução teórica, a formação será essencialmente prática, com recurso a suporte audiovisual, questionários e a exercícios de relaxamento.

 
Formadora: Terapeuta Sara Araújo

Licenciada em Terapêutica da Fala, doutoranda em Desenvolvimento e Perturbações de Linguagem, Terapeuta do Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital CUF – Porto, com formação em fonoaudiologia clínica e exploração vocal.

 
 Local: Aprender Matosinhos
 
 Data: 21 de Maio de 2011, das 9.30h às 12.30h e das 14h às 17h
 
 Duração: 6 horas
 
Destinatários: Professores e Educadores
 
 Nº formandos: 12
 
Preço: 42 euros
A partir de 14 de Maio: 49 euros
 Será emitido um certificado de presença
 Condições especiais:
- 5% de desconto no caso de duas ou mais inscrições conjuntas.
- 5% de desconto para formandos que, mediante comprovativo, tenham frequentado formações no Aprender.
(Descontos não acumuláveis)
A formação apenas se realizará com um número mínimo de formandos.
 
Informação detalhada em "Formações Previstas".

TOPO